Mitos dos produtos de emagrecimento

[singlepic id=15 w=320 h=240 float=]Muitos são os mitos e mentiras que se dizem quando se fala de emagrecimento e de produtos indicados como sendo ideais para perder peso.

Deixamos aqui alguns esclarecimentos que a DECO publicou de forma a informar todos os que usam este produtos.

 

Água à refeição engorda?
Não e recomenda-se beber um litro e meio de água por dia, pelo menos.Além de não ter calorias, a água constitui 70% do nosso corpo e intervém, entre outras, na regulação térmica e na reparação de tecidos.

Qual a melhor gordura para fritar?
Evite a margarina e a manteiga. Os óleos mais resistentes ao calor são os alimentares (de mistura), de amendoim, de girassol e o azeite. Frite os alimentos a 180ºC, pelo menos, excepto as batatas (basta a 175ºC). Mude o óleo a cada 12 utilizações, no máximo, ou depois de 3 meses, caso frite pouco. Antecipe a sua renovação se o óleo estiver degradado. O aquecimento repetido estraga um óleo. Frite todos os alimentos de seguida, já que os aumentos e as reduções de temperatura podem ser prejudiciais. As gorduras dos fritos de produtos com farinha, ovo ou pão ralado degradam-se mais facilmente. Não as aproveite. Para reduzir o óleo nos panados, doure bem os alimentos. A crosta impede a entrada de óleo.

O que significa “light”?
Um produto só pode ser considerado light se apresentar uma redução de, pelo menos, 30% num nutriente como gordura ou açúcar, face ao alimento tradicional. O rótulo deve indicar as características que o tornam light: “menos 33% de gordura”, por exemplo. Mas não significa que o produto seja menos calórico: pode reduzir a gordura e compensar no açúcar, mantendo o valor energético.

Qual a melhor alimentação para problemas de colesterol?
Nestes casos, as gorduras saturadas são um alvo a abater. Carnes vermelhas, charcutaria e outros produtos gordos de origem animal devem ser banidos da dieta, bem como alimentos ricos em ácidos gordos trans. É o caso dos produtos de padaria, bolachas e óleos de fritura reutilizados, entre outros. Já as gorduras monoinsaturadas, como o azeite, ajudam a reduzir o mau colesterol. Nas gorduras polinsaturadas, os benefícios vêm, sobretudo, dos ácidos gordos ómega 3 e ómega 6. Peixes gordos, como salmão, atum, cavala e sardinha, os óleos vegetais de milho e girassol, e frutos oleaginosos, como nozes e amêndoas, são amigos do coração.

O que significa “sem adição de açúcar”?
“Sem açúcares adicionados” significa que o produto não contém açúcar ou outro ingrediente com propriedades edulcorantes. Mas quando os açúcares estão naturalmente presentes, como no chocolate, que contém açúcar natural do leite e cacau, devem indicá-lo no rótulo.

MAIS DIETAS SAUDÁVEIS:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *